"Vida e opinião de uma mulher de fases"

31 março 2014

Lista de perfumes que já usei

Ao longo dos meus 23 anos de vida eu já usei diversos perfumes e hoje eu vim trazer uma lista de todos eles. Com o tempo irei liberando resenhas de alguns, por isso não darei muitos detalhes agora. 

Sandy
Na infância e pré adolescência, como boa fã da dupla Sandy e Junior, eu usava o perfume "Sandy" da Avon , que era composto por uma mistura floral frutal cítrico. Ao meu ver ele tinha um cheiro bem suave, não era nem doce nem cítrico demais, era bem a cara da Sandy da época, uma coisa meio neutral. O frasco dele era esse rosa, em spray e com 75ml. Sinceramente acho super adequado para crianças e pré adolescentes, pois não é um cheiro sensual. Antes dessa embalagem de vidro tinha outro de plástico, que vinha com o nome da dupla, não sei, mas acho que era a mesma colonia, só que mudaram a embalagem. 
Falei mais sobre esse perfume porque ele já saiu de linha, então eu não vou fazer um post com uma resenha sobre ele.

Isabella
Depois, já na adolescência eu ganhei o "Isabella" da Isabella Rossellini, um perfume mais adulto pelo qual estive apaixonada por anos.


Curious
Esse é o primeiro perfume da Britney Spears e o primeiro que eu tive dela. Me apaixonei por ele, tanto que voltei a comprá-lo outras duas vezes.


Believe
Esse foi o primeiro que eu comprei aqui na Espanha, é o quinto da Britney.


Flora
Me apaixonei por esse quando ganhei uma amostra grátis numa loja. Aí eu tive que comprar, porque ele era tudo que eu buscava em um perfume.


Playboy Lovely
Eu não tenho certeza se foi esse mesmo, pois na coleção tem mais dois outros perfumes, e eu comprei um pequeno e ele durou pouquinho, então não sei direito se foi esse (mas tenho quase certeza que sim).



Lady Million
Esse perfume entrou para a lista dos Favoritos de 2013. Muito doce e forte, como eu gosto!


Acho o cheiro dele muito bom, mas não combina comigo, não consigo me identificar.


Caso eu compre outros perfumes estarei atualizando essa lista ou faço uma "parte 2" desse post!

Vocês conheciam alguma? Já usaram?
Besitos!

29 março 2014

A vítima nunca tem a culpa!

Oi femininas, tudo bom? (Caso queira ver, o vídeo está no final do post)

O post de hoje vem com um tema bem polêmico, a violência sexual. Essa semana eu me deparei com uma notícia que me deixou HORRORIZADA, olhem só a manchete: "65% dos brasileiros acham que mulher de roupa curta merece ser atacada". O pior é que grande parte dos entrevistados são mulheres.

Em que mundo uma mulher merece ser violada? Como outra mulher é capaz de justificar um ato tão cruel?  O fato de uma mulher andar com pouca roupa ou pelada não te dá o direito sobre o corpo dela. O fato de uma mulher andar na rua à noite ou sozinha, não justifica que você a viole. Que uma mulher fale palavrão, beba cerveja e se comporte de uma maneira que para você possa parecer inadequada, não te dá o direito de estuprá-la. Porque o que é adequado para você pode não ser para os outros. Uma prova disso são as mulheres muçulmanas que mesmo tapadas dos pés a cabeça, algumas ainda são violadas.

violência sexual, machismo

O que me deixa mais indignada é ver comentários de "homens" e até mesmo de algumas "mulheres" dizendo que "Algumas buscam, provocam e depois se fazem de vítima". O fato de flertar não dá o direito a ninguém sair por aí violando, em que mundo iremos parar? Ou seja, se você tiver ficando com uma garota e na hora H ela pensar bem e desistir de ter relações sexuais, você pode estuprá-la? É isso? Não meu caro amigo, você não tem o direito de fazer isso, mesmo que ela esteja pelada na sua frente, muito menos se ela estiver dormindo (como já vimos na televisão), se na hora ela resolveu que não quer mais, você tem todo o direito de ficar chateado, mas NUNCA o direito de obrigá-la a fazer algo que ela não quer, só porque é o que você esperava. Afinal, nós não somos vossas escravas sexuais!

Também vendo o vídeo no canal "Acidez feminina" sobre encoxadores (veja aqui), porque sim, se você encoxar uma mulher no metrô ou agarrá-la em uma balada, segui-la pela rua, se você tocar no corpo de alguém sem que ele te dê uma permissão, você está cometendo uma violência sexual. Acho que essa pesquisa mostra bem o machismo das mulheres e também nossa falta de união. A gente tem que parar de ser tão egoísta, e ao invés de pensar "Aí enquanto não é comigo tudo bem!" e começar a pensar "E se fosse comigo, eu gostaria que alguém me ajudasse?".
É isso aí mulherada, já que a gente infelizmente tem que lidar com esse tipo de comportamento monstruoso, que nem se quer merece ser chamado de animal ou selvagem, porque nenhum animal faria esse tipo de coisa, nós temos que aprender a nos apoiar e também a nos defender sozinha. Aprender defesa pessoal, andar com spray de pimenta na bolsa, com canivete ou o que for preciso para gente se defender! "Ah Ludi, você está defendendo o uso armas?". Não, o que eu estou defendo é o direito da mulher a não ser assediada e se for, que ela tenha no mínimo um recurso para que ela possa se defender sozinha, já que as leis e a polícia não nos protegem como deveriam.

Então é isso, vamos continuar subindo a #Nãomerecoserestuprada e continuar conscientizando a população sobre a brutalidade desse crime e principalmente apoiar e ajudar as mulheres que possam sofrer com esse tipo de violência, para que elas saibam que não estão sozinhas!


DENUNCIE! LIGUE 180



Não se esqueçam de de inscrever no canal!
Besitos!

27 março 2014

Aprenda a conservar salsinha

Oi femininas, tudo bom?
Quanto tempo não trago posts de culinária, né?! Quem nunca comprou salsinha e deixou perder? Acho que todo mundo e por isso eu decidi trazer essa super dica que aprendi faz uns meses.

Lave bem as folhas da salsinha e corte em pedacinhos.  


Em seguida coloque tudo em um saquinho plástico e guarde no congelador.

Desse jeito, cada vez que você precisar terá o tempero já cortado a sua disposição. Caso você, assim como eu, goste dos talinhos, pode cortá-los junto com as folhas.

Como disse eu aprendi isso há alguns meses, mas como não tinha tirado fotos decidi esperar para quando comprasse de novo. Gostaram da super dica? Vocês também gostam de salsinha?
Besitos!

26 março 2014

Primeiras comprinhas de 2014

Oi femininas, tudo bom?
Hoje venho mostrar à vocês minhas poucas comprinhas desse ano até agora. Vocês já sabem que eu não sou de postar aqui cada vez que compro algo, prefiro esperar juntar um pouco e mostrar tudo de uma vez. Geralmente, sempre que eu compro algo novo eu vou mostrando no Instagram, quem quiser ficar por dentro é só me seguir (@LudimaraSouza1).


kiko milano, rimmel london
Manteiga de coco (veja a resenha): 4,40€, Palmer's.
Batom (veja a resenha): 4€, Rimmel London.
Base (veja a resenha): 12,90€, Kiko Make up Milano.
Esmalte (veja a resenha): 1,50€, Kiko Make up Milano. Já experimentei, mas minhas unhas estão muito curtas para tirar fotos, assim que crescerem eu posto a resenha.


Livro "Criadas y señoras": 12,90€, no Brasil ele se chama "A resposta", já terminei de ler e semana que vem trago a resenha (veja). Outra meta cumprida do projeto "101 coisas em 1001 dias"
Blusa (mostrei aqui): 6€ , Primark Atmosphere.
Vestido Azul: 11€, Primark Atmosphere
Short cintura alta (mostrei aqui): 11€, Primark Atmosphere. Me apaixonei por ele assim que vi. Depois posto meu look com ele.
Livro "Emma": (veja a resenha)12,95€, outro livro da Jane Austen, comecei a ler ontem e espero que seja tão bom quando "Orgulho e preconceito".

Sei que foram poucas, mas ultimamente tenho que economizar muito, pois a coisa não está fácil rsrs.
E aí, gostaram? Qual o preferido de vocês?
Besitos!

25 março 2014

Filme x Livro: Orgulho e preconceito

Oi femininas!
Na pausa que fiz aqui no blog, durante o carnaval, eu aproveitei para ver alguns filmes e um deles foi o "Orgulho e preconceito". Quem acompanha o Pf à um tempinho, sabe que o livro se tornou o meu favorito (veja a resenha). Então hoje eu vim trazer para vocês a resenha do filme que foi lançado em 2005 (super atrasada haha!).

Orgulho e preconceito
poster

Título original: Pride and Prejudice
Ano de lançamento: 2005
Gênero: Romance e Drama
Nota: 5/5

Sinopse (tirada da contracapa): Inglaterra, 1797. As cinco irmãs Bennet foram criadas por uma mãe que tinha fixação em lhes encontrar maridos que garantissem seu futuro. Porém Elizabeth deseja ter uma vida mais ampla do que apenas se dedicar ao marido. Quando o Sr. Bingley, um solteiro rico, passa a morar em uma mansão vizinha, as irmãs logo ficam agitadas. Jane logo parece que irá conquistar o coração do novo vizinho, mas quando a jovem Elizabeth encontra o charmoso Sr. Darcy, ela acredita que ele seja o último homem na terra com quem ele poderia se casar um dia. Mas, quando suas vidas se tornam entrelaçadas em uma inesperada aventura, ela se descobre cativada pela pessoa que jurou desprezar por toda eternidade. Será que Elizabeth finalmente encontrará uma razão para se casar?

Trailer
Caso não consiga assistir (clique aqui)




O que eu achei: Apesar da história estar situada em 1797 e o filme ter sido feito 208 anos depois, a essência do livro não se perdeu, pois podemos ver a ironia e crítica que Jane Austen (autora) reflete em sua obra sobre a sociedade daquela época. Como eu já tinha lido o livro antes, senti falta de alguns detalhes e daquela emoção que o livro dá, acho que quase sempre um livro é melhor que o filme e nesse caso não foi diferente. O filme é ótimo e provavelmente quem nunca leu o livro, ficará muito mais impactado. Super indicado para quem ama histórias de amor!

Eu vi o filme online em espanhol, então não tem sentido indicar um site, mas é só buscarem no Google, pois no Youtube eu não achei.

Qual vocês preferem livro ou filme? E quem ainda não viu, ficou com vontade?
Besitos!

24 março 2014

Por onde e como começar a transição

Muitas meninas ainda tem dúvidas sobre como voltar aos cachos/crespos e por isso eu decidi falar sobre isso. 

Praticamente tudo isso já foi falado aqui no blog, mas eu quis fazer um resumo geral para quem não entende nada do assunto (pois um dia também já estive perdida nessa área).
OBS: com química me refiro à alisantes, progressivas e tudo que é usado para deixar o cabelo liso.


Caso prefira ver o vídeo, vá para o final do post.

O que é a transição capilar? É o momento em que você deixa de usar química nos cabelos, até quando você corta toda a parte alisada e deixa somente o natural. 
Eu comecei a minha em setembro de 2013 e agora, esse mês eu decidi fazer o Big Chop.

O que é o Big Chop (BC - grande corte)? É cortar toda a parte com química do cabelo e deixar só o natural. Muitas meninas começão a transição e não aguentam ver duas texturas no cabelo (tipo uma parte enrolada e outra esticada), então elas decidem cortar tudo de uma vez ou raspar. Você também pode passar pela transição e ir cortando o cabelo aos poucos, da forma que você achar melhor e principalmente da forma que te faz sentir bemEu por exemplo, como já levava uns 2 anos sem química, porém só 7 meses sabendo que estava em transição, quando eu fiz o BC meu cabelo não ficou tão curto assim.


Outro termo que quero falar para vocês é o cronograma capilar. Muita gente acha que ele vai salvar o seu cabelo e basicamente o cronograma em si é uma forma de você organizar os cuidados capilares que você tem. Ele está constituído por:
  • Hidratação, serve para repor, através de vitaminas  a água que o seu cabelo perde.
  • Nutrição, serve para alimentar os seus fios, através de óleos.
  • Reconstrução, serve para dar força ao seu cabelo, através de proteínas. (deve ser feita depois da H e N e nunca duas R seguidas). 
Não existe uma fórmula mágica que funciona em todos os cabelos! Nem sempre o que funciona no meu, funcionará no seu, então você tem que ir testando e ver o que o seu cabelo gosta e precisa.

O que é leave-inÉ um tipo de creme sem enxágue só que mais profissional, aquele próprio para pentear o cabelo


Posso deixar de alisar o meu cabelo e continuar passando prancha e fazendo escova? Se sua intenção for voltar aos cachos: NÃO! Não é que você não possa, mas você não deve fazer isso porque não vai definir os cachinhos. Vai demorar muito mais, você terá que passar por uma transição dobrada, pois quando ele estiver grande não terá tanta definição, isso sem contar que a prancha acaba com o cabelo. Portanto eu considero melhor deixar crescer natural e ir fazendo texturizações.

Texturização é dar forma ao cabelo, fazer ele enrolar com diversas técnicas, como por exemplo o dedolis (pegar mexinha por mexinha e ir enrolando com o dedo). 

Finalização é o processo final de quando você arruma seu cabelo. Geralmente é feito com leave-in somente, ou combinado com gel e/ou óleos finalizadores.

frases chanel, crespa

Quando você deve fazer o BC? Quando você se sentir bem, se sentir preparada.

Umectação. Tem muita gente que confunde dizendo que umectação é uma coisa e nutrição é outra coisa. Não! A umectação é encharcar o cabelo com óleo vegeta e esse processo é só uma forma de nutrir os fios.


Por onde começar? Deixando primeiro o alisamento. E de preferência a prancha também, porque senão seu cabelo vai crescer fraco, quebradiço e sem definição. Depois é aprender a tratar dos fios com o cronograma capilar ou se você não quiser seguir um cronograma, pode ir hidratando e cuidando do seu cabelo, que é mais importante do que seguir qualquer ritualzinho imposto.

Quando a gente quer mudar algo no nosso cabelo é muito importante ler e aprender coisas e não só ficar escutando a opinião de outras pessoas, porque é o que eu disse, nem sempre o que dá certo para um funciona para o outo. Também é bom conhecer os ingredientes que são nocivos ou benignos para o cabelo. 

Para passar pela transição é necessário ter AUTOESTIMA, muito pé firme, saber o que você quer e não fazer porque está na moda ou porque outras meninas fizeram, você tem que ter certeza do que você quer porque se não você não vai aguentar. 


Tenham coragem, sejam persistentes e principalmente se amem!

Veja o vídeo: 


Se inscreva no canal: 



Gostaram do vídeo/post? 
Besitos!

21 março 2014

Receita de hidratação de maionese e o que eu achei

Oi femininas, tudo bom?
Olhando alguns post no grupo das cacheadas (agora eu vivo lá rssr) vi que muita gente fazia a tal da hidratação de maionese e eu entrei nessa (oh a Maria vai com as outras!).


Ingredientes
  • Maionese,
  • Máscara hidratante.
Como fiz: eu coloquei uma colher de maionese e uma e meia de creme e misturei bem. Depois apliquei no cabelo e deixei atuar por uns 20 minutos. Lavei o cabelo com shampoo e depois apliquei o condicionador, deixei atuar por 3 minutos, enxaguei e finalizei. 


O que eu achei: sou completamente apaixonada por maionese, desde pequena, acho que ela vem depois do sorvete no meu ranking rsrs, mas como hidratante capilar não vi muita diferença, fez foi deixar meu cabelo meio embaçado, não achei que hidratasse, nem muito menos que deixasse brilhoso, além disso, achei bem chato de tirar. Sinceramente, eu acho um desperdício deixar de comer a maionese para passar no cabelo, e mais ainda conhecendo o resultado nas minhas madeixas rssr. A minha experiência não foi boa, mas volto a repetir que muitas meninas experimentaram e gostaram. 

E vocês já fizeram essa receitinha? Gostaram?
Besitos!

20 março 2014

Entrevista: Jovem que acusa funcionário do Ponto Frio de racismo

"Art. 5º, XLII - a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei" (Constituição Federal de 1988)


No dia 26 de fevereiro uma garota denunciou um funcionário da loja Ponto Frio por racismo. Eu fiquei sabendo disso através de um compartilhamento no Facebook e decidi entrar em contato com ela, que nos concedeu uma entrevista.

Primeiro eu gostaria que você se apresentasse. Qual o seu nome, idade e onde mora?
Thayná Trindade, 25 anos, Ricardo de Albuquerque (RJ).

jovem sofre racismo loja ponto frio

O que aconteceu exatamente naquele dia?
Fui ao Plaza Shopping, quando estava passando em frente a loja do Ponto Frio, o vendedor que estava na porta da loja, disse em tom ofensivo: "Tinha que ser, oh, o cabelo patrocínio da Assolan".

Como você soube que era pra você? Tinha alguém mais por perto?
Porque todos estavam me olhando e ele disse as ofensas olhando para mim e algumas pessoas olharam em tom de deboche e outras se solidarizaram comigo.



Como você se sentiu na hora? O que passou pela sua cabeça?
Fique frustrada, constrangida! Mas tive sangue frio o suficiente para ir atrás dele e pedir sua identificação. Porém ele recusou e eu também não consegui falar com a gerencia, que estava indisponível para me atender.

Você já passou por alguma situação parecida antes?
Já, mas não tão diretamente e que tenha me desconcertado antes.

Ele disse isso tão alto ao ponto de chamar a atenção de muita gente?
Sim.

Como você fez pra denunciar? Foi difícil?
Um senhor que estava próximo de mim, se solidarizou e foi comigo atras de um PM para prestar queixa, mas foi em vão porque a PM lavou as mãos e disse que isso era problema da Policia Civil, fui até a 76dp e deporei umas duas horas para abrir o R.O (registro de ocorrencia).


racismo funcionário ponto frio
A loja já te deu um parecer?
Disseram que estão em processo de investigação.

Você poderia deixar uma mensagem de apoio para as leitoras e dar uma dica de como atuar nesses casos?

É denunciar, dar a cara, porque, infelizmente, é uma das poucas maneiras legais que se tem para denunciar o racismo.

****************
O racismo encontra-se na categoria de crimes de ódio, que é a prática de qualquer tipo de preconceito (de cor, religião, etc), assim como a fabricação, a venda, a distribuição ou a divulgação de símbolos nazistas. (fonte: Policia Federal)

Para denunciar o racismo basta usar o serviço do Disque Denúncia da Secretaria Especial dos Direitos Humanos (100) ou procurar a delegacia de Polícia Civil, mais próxima.

Já para denunciar racismo cometido na internet, a maneira mais fácil é pelo site da Polícia Federal.

Achei um documento muito interessante sobre o assunto e quero compartilhar com vocês:


Gente, já chega de escutar tudo calado, vamos colocar a boca no trombone e denunciar! Vamos cobrar dos nossos governantes que essa lei seja aplicada e não fique só no papel, que pessoas que cometam esse crime, paguem pelos seus erros, porque por enquanto somos nós quem estamos pagando. 

19 março 2014

50 músicas nacionais para vocês ouvirem

Oi femininas tudo bom? Hoje eu venho com um post que é o tema da blogagem coletiva do grupo Blogueiros de Elite. Eu tenho que indicar cinquenta músicas nacionais, eu escolhi as que eu mais gosto e escuto, também deixei de lado as que já foram citadas em outros posts aqui no blog.




Charlie Brown Jr. (Essa é a banda que mais escuto)
1- Vícios e virtudes,
2- Champanhe e água benta,
3- Proibida pra mim,
4- Zóio de lula,
5- 333,
6- O Preço,
7- Charlie Brown Jr (esse é o nome da música, a minha preferida deles),
8- Aquela paz,
9- Dias de luta, dias de gloria,
10- Eu não uso sapato,
11- Liberdade Acima de tudo,
12- Resolve o meu problema,
13- Papo reto,
15- Tamo aí na atividade,

Engenheiros do Hawaii (Amo as letras irônicas)
15- Infinita Highway,
16- Refrão de um bolero,
17- Eu que não amo você,
18- Dom quixote,
19- Armas químicas e poemas,
20-Revolta dos Dândis,
21- O papa é pop,
22- Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones,

K-sis (As músicas dessas irmãs eram muito engraçadas, elas deveriam lançar mais cds)
23- Acreditar em mim,
24- Amores cruzados,
25- Tem dias,
26- Experimento,
27- Rima pobre,

Nando Reis (Letras inteligentes e lindas)
28- Por onde andei,
29- Relicário,
30- Os cegos do castelo,
31- Marwin,

Titãs (Te fazem pensar na vida)
32- Pra dizer adeus,
33- Epitáfio,
34- Enquanto houver sol,


Capital Inicial (Amo a voz do Dinho)
35- Primeiros erros, (uma das minhas músicas preferidas)
36- Natasha


Emicida (Comecei a ouvir faz pouco tempo, mas achei bem inteligente, não é o típico rap que só fala de drogas e crimes)
37- Trepadeira (é a música de corno mais engraçada que já ouvi),
38- Hoje cedo,
39- Bang!,

Pitty (Amo o primeiro cd dela e uma ou outra dos demais)
40- Na sua estante,
41- Semana que vem, 
42- Máscara,
43- Teto de vidro,

Legião urbana (Gosto de algumas músicas, mas essas são as que mais)
44- Faroeste caboclo, (Essa música é legendária)
45- Que país é esse?

Os paralamas do sucesso (Não conheço muitas músicas deles, mas essa é ótima)
46- Meu erro

Sandy e Junior (Fã desde a infância, só coloquei as que mais escuto atualmente, e também porque não queria parecer melosa haha, mas amo as músicas deles)
47- Discutível perfeição,
48- Super herói,


Gabriel o pensador (Tinha fitas dele e acho super inteligente a forma que ele expõe os problemas sociais)
49- Retrato de um playboy parte 2,
50- Até quando.
Bom femininas essa é a lista, vocês já ouviram alguma? 
Besitos!

18 março 2014

Foi apenas um sonho

Oi femininas!
Em dezembro meu marido me trouxe um livro, eu simplesmente amo ganhar livros, e eu postei a foto dele para vocês lá no Instagram (@ludimaraSouza1). Nem preciso dizer que demorei horrores para terminar de lê-lo. Mas como sempre, venho trazer a resenha para vocês.

"Foi apenas um sonho"
(Estou morta com essas traduções que eles fazem dos nomes dos livros e filmes)
Titulo original: Revolutionary Road 
Autor: Richard Yates
Ano de publicação: 1961
País de origem: Estados Unidos
Nota: 3/5

revolutionary road

SinopseUm casal jovem e promissor, Frank e April Wheeler, vive com os dois filhos num subúrbio próspero de Connecticut, em meados dos anos 50. Porém, a aparência de bem-estar esconde uma frustração terrível resultante da incapacidade de se sentirem felizes e realizados tanto no seu relacionamento como nas respectivas carreiras. Frank está preso num emprego de escritório bem pago mas entediante e April é uma dona de casa frustrada por não ter conseguido seguir uma promissora carreira de atriz. 

Determinados a identificarem-se como superiores à crescente população suburbana que os rodeia, decidem ir para a França, onde estarão mais aptos a desenvolver as suas capacidades artísticas, livres das exigências consumistas da vida numa América capitalista. Contudo, o seu relacionamento deteriora-se num ciclo interminável de brigas, ciúmes e recriminações, o que irá colocar em risco a viagem e os sonhos de auto-realização. 


O que eu achei: Quando ganhei o livro fiquei super esperançosa, pois já tinha ouvido falar do filme (que até hoje não vi), mas não sabia nem do que se tratava a história, já que na sinopse do meu não vem explicando muita coisa. Porém eu tive muitas esperanças, pois na contracapa vem três depoimentos super positivos, dizendo que é uma obra maestra. Comecei super empolgada, mas com o tempo fui desanimando, tanto que demorei três meses para acabar. Tudo bem que é uma crítica ao sonho americano, o qual deixa um vazio nas pessoas, mas sinceramente eu esperava uma história com um núcleo central mais vivo. 

É bem interessante a forma que os protagonistas tem de pensar e é fácil se identificar em alguns pontos, pois o livro é bem realista. A leitura é fácil, mas demora um pouco para acontecer coisas impactantes, e quando acontecem, são resolvidas rapidamente, é como se você realmente estivesse lendo a historia da vida de um casal desde a cabeça deles. Todas as histórias terminam no "Felizes para sempre", esse livro começa aí, mostrando o que acontece depois.

Um ponto que achei negativo é que eles começam a explicar pequenas coisas ou dedicam um capitulo para falar sobre a vida de outros personagens, e só. Não aprofundam e você fica esperando algo mais acontecer ou tentando entender o motivo pelo qual tal coisa foi dita, mas não encontra essa razão. Sinceramente, pelo sucesso que foi o filme eu esperava algo mais do livro!

Preço: Como já disse antes, eu não comprei, mas atrás veio com uma etiqueta marcando o preço de 9,60€. Não achei caro! Mas na livraria Saraiva eu achei por R$46,90, uma facada! E nas Lojas Americanas por R$21,95.


Vocês já leram ou ouviram falar desse livro? Gostaram?
Besitos!

17 março 2014

Resenha base Mat Mousse da Kiko Milano

Oi femininas! Fazia muito tempo que eu queria comprar uma base para peles oleosas, pois a que eu estava usando deixava minha pingando (exagero) óleo. E esses dias eu fui na loja da Kiko e comprei essa base em mousse:
"Mat Mousse foundation"
resenha base

Marca: Kiko Make up Milano
Nota: 5/5

Resenha em vídeo: 





Se inscreva no canal:



Pra quem não quer ou não conseguir ver o vídeo eu deixo também em forma de post.

O que a marca dizIdeal para peles normais a oleosas, a Mat Mousse Foundation é a base em mousse enriquecida com uma combinação de ativos com ação matificante. A consistência leve e cremosa da textura torna a aplicação ultra confortável e proporciona um efeito que é, ao mesmo tempo, de cobertura e natural. A textura, sensorial e suave ao tato, deixa transparecer o grão da pele sublimando-o. As imperfeições são minimizadas e as zonas brilhantes visivelmente opacadas*. O inovador complexo de ingredientes garante uma boa fixação e uma elevada elasticidade. Além disso, a presença dos filtros solares ajuda a proteger a pele dos primeiros sinais do fotoenvelhecimento.

resenha base

Hipoalergênico = formulado para reduzir ao mínimo o risco de alergias. 
Dermatologicamente testado. 
Não comedogênico. 
Sem fragrância.
Sem óleo. 
Sem parabenos. 
* Teste clínico-instrumental realizado numa amostra multiétnica de 20 mulheres com pele normal a oleosa.

Testando na mão base resenha


O que eu achei: Quando comecei aplicar, eu me assustei muito, pois ela parecia mais escura que minha pele, aí eu continuei e ela foi clareando, de acordo com o meu tom mesmo, aí eu vi que tinha comprado certo. Então eu recomendo vocês provarem bem antes de comprar e em caso de dúvida, perguntar para a vendedora. Eu super amei essa base! Minha pele ficou bem sequinha, a cobertura é ótima, uniformizou bastante, dura muito e cumpre com tudo o que promete. Não indico para quem tem pele seca, pois deixará a mesma ainda mais seca. Achei a embalagem bem pratica, pois odeio aquelas bases de potinho que a gente tem que enfiar o dedo (sim eu aplico base com os dedos, preciso de um pincel urgente e aceito doações rssr). Além disso eu amei o fato de vir com o papel que fala sobre o que a marca promete, os ingredientes do produto etc, acho isso super importante!

Não usei nenhum filtro nas fotos.
Preço: O produto é bem acessível, eu comprei por 12,90€. 

As lojas da Kiko estão em vários países, mas infelizmente ainda não chegaram ao Brasil. Aqui tem, praticamente, uma em cada shopping! Deixo o link da loja de Portugal para quem quiser dá uma olhadinha: www.kikocosmetics.pt

Só para lembrar, os produtos da Kiko são Cruelty Free.

Então o que vocês acharam do produto? Já conheciam? 
Besitos!

********************************
Esse produto foi comprado por mim e não é publieditorial!

14 março 2014

Estilo da Lupita Nyong'o

Oi femininas tudo bom?
Hoje vamos falara sobre a Lupita Nyong'o. Pra quem não sabe, ela é uma atriz queniana (misturada com mexicana), a primeira em ser indicada e a ganhar o Óscar de melhor atriz secundária. Ela foi "descoberta" a pouco tempo, mas já vem ganhando não só o mundo dos filmes, mas também o da moda. 


Looks mais "básicos"
short estilo



Modelitos curtos
looks e estilo


Ela vem arrasando nas escolhas de vestuário e marcando tendência em cada aparição pública, o que faz com seja considerada como uma "It girl". Para quem não sabe, esse termo "It girl" é usado para pessoas que criam tendência e até tem seus estilos copiados por outras. Pelo post "Pobre demais para o mundo da moda", vocês já devem saber que não sou muito fã dessa palavra (It girl), pois acho que é usado somente para pessoas ricas, famosas, brancas que podem usar peças caríssimas, e eu não acho que para você ser estilosa tenha que obrigatoriamente seguir esse padrão. Esse é até um dos motivos pelos quais eu nunca postei nada de It girls aqui no Pf, mas a Lupita me fez mudar de ideia, pois vem "sambando na cara da sociedade" com sua elegância, talento, humildade e personalidade.

sapatos e acessórios
Sapatos e bolsas

Os modelitos dessa mulher de 31 anos (sim, eu disse 31) vão desde monocromáticos, à coloridos, estampados etc. Ela sempre varia e aparece radiante em tudo o que veste, basicamente, nunca sabemos qual será a seguinte roupa, a única certeza é que a elegância estará presente. Observem também os acessórios e sapatos divos!

sapatos e estilo bolsas

E por último os deslumbrantes vestidos longos.

estilo e elegancia
lindos elegancia estilo


E ficamos com a frase que ela disse ao receber o Óscar:


"Não importa de onde você é, seus sonhos são válidos!" - Lupita Nyong'o

Gostaram do post? O que acharam do estilo dela?
Besitos!

13 março 2014

Filme - Meu passado me condena

Oi femininas!
Semana passada, aproveitando a pausa do blog, eu e meu marido vimos vários filmes e hoje venho trazer uma resenha para vocês. Muita gente no Brasil tem preconceito com filmes nacionais, mas eu não sou uma delas. Principalmente quando se trata de comédias, eu acho que o nosso cinema melhorou bastante, principalmente no setor da comédia, já que antes era só Xuxa e Didi.

Veja: 5 melhores séries atuais de comédia

Meu passado me condena
cartaz do filmes

Ano: 2013
Gênero: comédia
Nota: 4/5

Sinopse: O filme trata sobre um casal (Fábio e Miá) que acaba de passar pelo altar (detalhe: eles se conheciam a só um mês) e vai passar a lua de mel em um cruzeiro com direção à Europa. Nesse cruzeiro eles encontram o ex dela (Beto), que está casado com a menina (Laura) que foi o sonho da infância do Fábio.

Esse é o trailer
Caso não consiga ver (clique aqui)




O que eu achei: pelo trailer da para ver que o filme é bem engraçado, porém a protagonista não me convenceu muito, achei meio forçada. As falas são ótimas, criativas e bem divertidas! O bom desse filme é que ele não é o típico filme cliché brasileiro, com muita cena obscena, ele é bem leve. Não levou os cinco lacinhos, por dois motivos, o primeiro porque a protagonista não é boa, assim como as falas dela, e o segundo porque parece que querem deixar o filme engraçado aí vão lá e acabam exagerando. Mas apesar desses defeitinhos, vale muito a pena ver.

Eu vi o filme completo pelo Youtube (aqui).

Então, vocês já viram?
Besitos!

Compartilhe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...